Tem sustentabilidade na cozinha sim senhor!

Descrição:

A palavra sustentabilidade está em evidência no mercado atual, mas em alguns casos é vista como uma prática optativa a ser implantada por empresas, gestores e colaboradores. Na verdade, deveria ser vista como um fator obrigatório para manter o planeta que vivemos em constante equilíbrio.

Pensando nesta questão, uma sementinha vem sendo plantada na rotina operacional dos alunos de gastronomia. Por iniciativa da faculdade Avantis de Balneário Camboriú, que inclui a sustentabilidade na grade curricular e, principalmente, por persistência da coordenadora e docente do curso de Gastronomia, Fabile Schlickmann, a teoria virou prática. Ela observou que a organização já existia: as lixeiras de separação já estavam devidamente localizadas na cozinha, mas o descarte correto do lixo não era feito por todos.

Bastou essa constatação para transformar uma das práticas de sustentabilidade em uma regra a ser seguida por todos os colaboradores, alunos, professores que usufruem da cozinha da faculdade.

Quando existe um padrão, torna-se mais simples fiscalizar o cumprimento das diretrizes. Modificando alguns hábitos e orientando a equipe de docentes foi possível lapidar o comportamento e conscientizar os alunos sobre a importância de reduzir o impacto das aulas ao meio ambiente.

Visualizando todos os dias os materiais de apoio que foram fixados na cozinha, sobre qual é forma correta de descarte do lixo orgânico, reciclado e do óleo utilizado nas aulas, foi possível transformar uma atitude tão simples em algo grandioso para o futuro, afinal, trata-se da iniciativa dos Chefs do amanhã.

Marina de Carvalho Mendes Mafra